Ex-morador de rua conquista 920 pontos na redação do Enem depois de superar vício em drogas

 

A dependência de drogas é uma doença que destrói vidas e famílias, então histórias de superação merecem ser contadas. A vida de Alexandre Camilo, de 55 anos, passou por períodos muito difíceis, mas parece estar em uma mudança para algo melhor.

Camilo revela o sonho de ser professor de letras e está disposto a correr atrás disso. Alexandre é carioca, mas se mudou para Fortaleza em busca do sonho de novas oportunidades. A chegada não foi fácil e ele se envolveu com drogas.
Alexandre chegou a viver 9 meses nas ruas, mas conseguiu uma chance de recomeçar quando viajou para Teresina e recebeu ajuda da Pastoral do Povo da Rua de Teresina.

Alexandre é mestre em Ecologia e Recursos Naturais pela UFSCar. Sua primeira formação foi em biologia, pela UFRJ. Agora, ele sonha em se formar em letras para continuar investindo em sua carreira como escritor.

Eu sou autor de um livro de poesias, lançado em 2020, e estou com outro quase pronto. Agora eu vou ter a possibilidade de entrar novamente na universidade, melhorar o meu português. Estou correndo atrás dos meus sonhos: ter uma família e escrever”, afirma.
Camilo conseguiu recomeçar a vida. Além de deixar as drogas no passado, ele se casou e agora é colaborador da Pastoral que um dia o salvou.

Eu sou autor de um livro de poesias, lançado em 2020, e estou com outro quase pronto. Agora eu vou ter a possibilidade de entrar novamente na universidade, melhorar o meu português. Estou correndo atrás dos meus sonhos: ter uma família e escrever”, afirma.

Camilo conseguiu recomeçar a vida. Além de deixar as drogas no passado, ele se casou e agora é colaborador da Pastoral que um dia o salvou.

Ele conta que se preparou para fazer a prova com videoaulas e livros de gramática. Camilo admite que já esperava uma boa nota, porque se esforçou bastante nos estudos.

 

Batalhao da Restauracao

Batalhao da Restauracao

Comentários